Professora, babá, recreadora?

Seis dicas para professores do ministério infantil

Autoria: Cláudia Guimarães

Para ser um professor do departamento infantil, professor de uma Escola Bíblica Dominical – EBD – é preciso um treinamento adequado para que o professor saiba lidar com as crianças, em cada uma das situações e não ser meramente “babás” das crianças enquanto os pais assistem ao culto. Por outro lado, existe a responsabilidade espiritual do professor da classinha que deve ser muito bem trabalhada para que a igreja infantil não se torne um peso para a igreja e deixe de ser um instrumento de bênçãos para ser um causador de problemas para pais, crianças e igreja. Separamos seis simples dicas para professores do ministério infantil que fazem muita diferença.

Este texto tem como objetivo mostrar a importância da preparação do professor do departamento infantil. É um material de apoio para as igrejas sobre o departamento infantil que deveria ser seguido por todos, independente de serem igrejas grandes ou pequenas.

 

Use adolescentes para auxiliar

Muitas igrejas que preferem colocar os adolescentes para dar aulas para as crianças na Escola Bíblica Domincal Infantil, a EBD Infantil. O problema é que a maioria dos adolescentes não tem preparo para a situação. Não sabem lidar em situações de emergência, não são responsáveis em algumas áreas, não sabem lidar com crianças em situações especiais. O ideal é que os adolescentes sejam sempre auxiliares, e só assumam a responsabilidade de dar aulas no ministério infantil quando se tornarem adultos, ou esporadicamente, um dia da semana, ou quando um professor falta. Ou então, o adolescente deve ser preparado, como os adultos, passando por um curso ou preparação adequada.

Infelizmente o que se vê em muitas igrejas, grandes e pequenas, são pessoas sem preparo trabalhando nas classes de EBD Infantil. São pessoas de bom coração e boa vontade, mas que não contam com preparo adequado para lidar com a difícil responsabilidade de preparar as aulas para as crianças no ministério infantil, por isso precisam de apoio e preparo para se tornarem bons professores do ministério infantil. Embora busquem como ajudar no departamento infantil não encontram o respaldo necessário para desenvolverem um bom trabalho na EBD infantil.

O professor da EBD Infantil

O professor evangelista de crianças deve conhecer e viver os princípios bíblicos para servir de exemplo positivo às crianças. A capacitação do professor não depende apenas de si, mas a própria igreja tem o dever de formar bons professores para o departamento infantil.

A bíblia deve ser seu guia de fé e prática. Um cristão que não tem certeza da salvação não tem muito a oferecer às crianças a não ser ainda mais dúvidas e incertezas. As crianças são observadoras e se não formos convictos de nossa fé elas não acreditarão no que falamos.

 

Seis dicas para professores do ministério infantil

Basicamente, o professor do departamento infantil tem seis princípios básicos que devem ser seguidos para que possa realmente ser aprovado como professor.

  1. Para exercer qualquer tipo de trabalho na igreja, o cristão deve ser dependente do Espírito Santo, da Palavra de Deus e da oração. Com os professores do ministério infantil não é diferente, precisam, assim como os líderes, entender que desempenham um trabalho importante e muito visado pelo inimigo de nossas almas, por isso, deve ser tratado com seriedade.
  2. O professor deve se identificar com a criança e amá-la. Gostar apenas das crianças boazinhas, de família cristã ou já conhecidas pelo professor é fácil, o professor da classinha da igreja deve entender que precisa amar cada criança como cristã. Todas elas devem ser vistas como irmãos em Cristo e dignos de nosso amor, perdão e carinho.
  3. Lidar com crianças exige paciência e perseverança. Não apenas pelo comportamento das crianças, mas também porque o trabalho desenvolvido com as crianças muitas vezes rendem frutos que demoram a aparecer. Às vezes, só quando ela vira um adulto é que as palavras e lições dadas nas classinhas rendem frutos.
  4. Como um evangelista que é, o professor da classinha deve conhecer a necessidade de ganhar crianças para Cristo. Não deve tratar as aulas como aulas de uma escolinha, mas como uma oportunidade de converter vidas.
  5. O professor precisa ser responsável em todos os aspectos. Na preparação da aula, na escolha de suas roupas, na preparação da sala de aula, em seu falar, em suas atitudes e até no horário.
  6. Por fim, o professor deve ter um bom testemunho de vida. Mesmo fora da igreja deve ser alguém de boa reputação e que vive o que ensina às crianças, por isso, a escolha dos professores do departamento infantil de uma igreja devem ser escolhidos com cuidados, como são escolhidos líderes de casais ou adolescentes, por exemplo.

Estes são seis deveres que o cristão deve ter para se tornar um professor preparado para dar aulas na EBD Infantil. É um trabalho que deve ser respeitado e realizado com responsabilidade.

Estude estas seis dicas para professores do ministério infantil e leve para os demais companheiros de sua igreja, para que todos cresçam e sejam edificados.

Neste início de século, nos deparamos com um dilema bem antigo e ao mesmo tempo tão atual. Ministério com crianças na igreja. O professor da escola Bíblica Dominical ou a tia do cultinho, ou a mãe que ajuda a cuidar das crianças durante o culto. “Alguém” para “cuidar” das “crianças”. Quantos professores e em tantas igrejas, não sabem ao certo o que são, porque estão exercendo tal função, ou quem me chamou para estar ali?

A alta rotatividade de professores nas extensas escalas semanais, a desistência inesperada de muitos professores, o abandono da classe de repente, o desânimo constante, a auto valorização deteriorada, o desespero da liderança infantil, nos indica que algo não vai muito bem.
Porque a grande maioria dos cristãos e muitos líderes das igrejas evangélicas não acreditam que para o trabalho com crianças é necessário ser chamado, capacitado e ungido por Deus para esta obra.
Não ouvimos claramente, mas as ações nos revelam tal descaso com a vida dos pequeninos em nossas igrejas atualmente, não há preparo dos professores, não há investimento na liderança e professores do ministério infantil, ou seja, o evangelismo, o ensino e discipulado com crianças atualmente não é levado a sério, não anda em sintonia com a vontade e o coração do Pai.
Quem trabalha com crianças na igreja ou em qualquer outro lugar, primeiramente necessita de um queimar no seu coração pois é chamado por Cristo para este ministério. Não é uma ocupação domingueira, não é uma falta de opção e sim um compromisso com vidas infantis, um ministro de Deus para pastorear e formar espiritualmente esta geração. Tenho presenciado o descaso com este ministério nestes dias, o coração de Deus está dolorido de ver tantas crianças sofrendo , famintas dentro e fora de muitas igrejas, não estão nas mãos de servos compromissados, preparados e chamados por Deus para este ministério.
É preciso urgentemente resgatar o chamado para esta obra, creio que você já ouviu algumas destas frases:

“Estamos precisando de irmãos para ajudar com as crianças”.
“Alguém pode ajudar pelo menos uma vez no mês, com as crianças”?
“Eu ainda não sei qual o meu chamado, por enquanto sou professora de crianças”.
“Só entro na escala mensal, não posso “perder” o culto!
“Somos poucos ninguém quer “ficar com as crianças”.
“Se você não tem nada para fazer na igreja, venha ajudar a “cuidar” das crianças”.

 

Abramos o nosso coração para receber de Deus o verdadeiro chamado ministerial com crianças, Deus está a procura de servos e servas dispostos a cumprir com amor e seriedade este chamado, que para Deus, não é inferior a qualquer outro ministério, pelo contrário, quem não se tornar como um destes pequeninos , não entrará no Reino dos céus, eis a nossa referência, as crianças são preciosas para Deus, não serve qualquer um para ser ministro na vida dos seus pequeninos, tem que ser um ungido do Senhor.

Autoria: Claudia Guimarães